JORNAL MILENIO VIP

Notícias

Baixada cria consórcio para fortalecer agricultura

Publicado na edição 161 de Maio de 2017

 “Magé tem 1.000 produtores rurais identificados e a Prefeitura, através da Secretaria de Agricultura Sustentável, está oferecendo todo o suporte. Através do Cepta são desenvolvidas as pesquisas para que a gente possa tornar a agricultura um gerador de empregos aqui no município”, afirmou o prefeito Rafael Tubarão na abertura da última visita técnica antes da cerimônia que vai marcar a criação do CIABAF, o Consórcio Intermunicipal de Agricultura da Baixada Fluminense, no próximo dia 3, no campus da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro em Nova Iguaçu.

Aloísio Sturm, engenheiro agrônomo do Cepta, apresentou cada área e as pesquisas realizadas, projetos e esforços para trazer a tecnologia do campo aos produtores rurais de Magé. Durante a visita técnica, ele levou todos os visitantes para conhecer o processo de plantio e cultivo de PANCS (Plantas Alimentícias Não-Convencionais) e apresentou o rendimento do Cará com as ações realizadas no centro de pesquisa.


No encontro, o secretário de Agricultura de Magé, Nelson dos Anjos, reuniu representantes da pasta de Agricultura dos outros sete municípios que vão formar o consórcio (Duque de Caxias, Guapimirim, Mesquita, Paracambi, Nova Iguaçu, Queimados e Japeri), vereadores e o secretariado de Magé, que também recebeu as autoridades do ITERJ, EMATER, Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Rio de Janeiro (SFA/RJ), Delegacias Federais da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead), que tiveram a oportunidade de conhecer o Cepta (Centro de Ensino, Pesquisa e Treinamento em Agroecologia) e o trabalho de pesquisa em produção livre agrotóxicos, que Magé oferece aos produtores locais e impressionou os visitantes.


“Já estou fazendo de Magé a minha casa. É a terceira vez que venho aqui no Cepta durante minha licença-maternidade. Tenho aprendido muito, toda vez que venho é uma aula. O empreendedorismo é lançado em cada semente lançada na terra. Fazendo o Cepta uma referência na inauguração desse conselho (Consórcio) e que seja germinada e temos certeza de que isso vai acontecer. Vai depender do esforço individual de cada representante aqui”, destacou Danielle Barros, delegada federal do Sead.


José Essiomar, superintendente estadual do Ministério de Agricultura, também enfatizou a união de esforços e o apoio do governo federal para beneficiar os produtores rurais:


“Sabemos de todas as dificuldades que existem no estado, municípios e governo federal. Por isso estamos unindo forças para fazer acontecer. Já criamos o Conselho em outros dois municípios. Esse é  o terceiro nessa unificação. Em relação ao Ministério, estamos trabalhando para que venham trabalhar emendas e políticas públicas para o setor. Vamos trabalhar juntamente com as secretarias para que a pecuária, agricultura e pesca aconteçam em cada município. A proposta do ministério é ir até o campo e ao produtor”, finaliza.


Fotos: Gerson Peres

Fotos