JORNAL MILENIO VIP

Histórias de Magé

Entrevista com o Prefeito em exercício Anderson Cozzolino

Falar de Dinho é muito fácil, sempre na dele, fácil acesso, sempre presente em qualquer festividades na cidade, atuante, sorri sempre e principalmente,” filho do homem” como é reconhecido em nossa cidade, pois a imagem do pai até hoje ainda é referência de trabalho em nosso município com as realizações de um governo popular. Renato deixou marcas profundas em nosso município com homem de uma só palavra, sério  e, trabalho foi sua marca. Esperamos  do jovem político Dinho Cozzolino a mesma  garra e exemplo deixado pelo grande e velho Cozzolino.

1) Dinho o sr é o prefeito de fato de Magé?
R: Sou o prefeito em exercício de Magé de direito e não de fato.

2) O que o Sr. pode fazer como prefeito para que se reiniciem as obras do PAC em Magé?
R: A administração municipal tem realizado todos os esforços para que as obras do PAC em Magé para resolver nosso problema de distribuição de água, inclusive realizando diversas desapropriações de imóveis para viabilizar a execução das obras. Cabe esclarecer que a execução de tais obras cabe ao governo do estado com a empresa contratada para tal execução. Esclareço ainda que a empresa que vai executar as obras também deve cumprir as exigências legais e ambientais, para executar tais obras. Espero que tais obras sejam efetivamente realizadas em ritmo acelerado pois o ritmo está lento. No que pudermos cooperar estamos de portas abertas.

3) Já tem alguma solução sobre o IPTU? Essa resposta o Sr. deve a comunidade mageense?
R: Realizamos um estudo sobre a questão do iptu já encaminhamos a câmara municipal de magé um projeto de lei que cria uma nova metodologia de calculo do valor venal dos imóveis e por via de consequência o valor do iptu. Pela nova metodologia os valores do iptu de 2011 apresentarão um valor aproximado ao valor do iptu de 2008. Aproveito para esclarecer que sendo este projeto de lei aprovado, também está estabelecido que aqueles contribuintes que pagaram o iptu de 2011, terão as diferenças apuradas compensadas no iptu de 2012.

4) O prefeito anterior rozan gomes alega estar doente e apresenta licença médica. É interesse da câmara não nomear uma junta médica para comprovar a veracidade da doença?
R: Rosinha, primeiro vc me permite corrigir você. Rozan não é o prefeito anterior, rozan é o prefeito do município de magé ,e eu estou no cargo de prefeito em exercício. Quanto a segunda parte da pergunta no momento não exerço o cargo de presidente da câmara, sou prefeito em exercício, e portanto não represento o poder legislativo municipal para responder sua pergunta.

5) Mauá se encontra em estado lastimável, a política de mauá  vai mudar na sua gestão ou continuará na mesma?
R: Há quanto tempo  você não vai a mauá rosinha? Posso dizer a você que se compararmos o mauá de janeiro de 2005 ao mauá de hoje só não vê que mauá tem crescido na área de saúde, educação, saneamento básico, etc. Quem não quer. Várias ruas foram asfaltadas, acabamos de entregar o posto 24 h completamente reformado, vários psfs. Na sexta feira dia 03 de junho inauguramos o psf da figueira. Garanto que faremos muito mais por mauá nos próximos meses rosinha e tudo com recursos do município. Não recebemos ajuda do estado em nada. Quando você quiser já está convidada a dar um passeio comigo em mauá e vou te mostrar como mauá está. Leva sua maquina fotográfica e depois você publica no jornal para que seu leitores estejam bem informados.

6) Explique essa equação. A praça está rodeada de carros novos. Municipes foram ao hospital em 18 de maio e não tinha médico. O que o sr tem a nos dizer?
R: Tenho a dizer que os hospitais e psfs e postos 24 horas todas essas unidades de saúde estão funcionando a todo vapor e têm médicos contratados. Atualmente o município de magé paga ao medico plantonista r$ 6.000,00 líquido, ao medico do psf r$ 8.000,00 líquido, ao médico de ambulatório r$ 2.500,00 liquido. O medico especialista da emergência r$ 7.000,00 liquido, e medico especialista no psf r$ 10.000,00 liquido. Desafio qualquer pessoa a provar na região qual município paga melhor a medico do que magé. Nem teresópolis quem era referencia da região em saúde investe tanto em saúde como magé. Os médicos em teresópolis não ganham isso no setor publico e nem no setor particular. Estamos fazendo a nossa parte investindo no profissional de saúde. Demos um aumento aos técnicos de enfermagem; ao pessoal de apoio; agora você sabe rosinha que o problema da área de saúde é um problema nacional; posso te dizer que se o estado do rio de janeiro contribuísse mais poderíamos ter uma saúde bem melhor. Quanto a ausência do médico no dia 18 de maio tenho a dizer rosinha, que  médico também é ser humano, tem filhos, tem pais, ficam doentes, o carro quebra na estrada, ou seja, imprevistos acontecem. Pode ser que nesse dia o médico que faltou tenha acontecido algum imprevisto.quanto aos carros novos, devemos estar felizes pela aquisição de tais veículos, o que demonstra que o dinheiro do contribuinte está sendo aplicado na aquisição de uma frota nova para atender aos diversos órgãos da administração para que seja prestado um excelente serviço ao povo mageense. 

7) O Sr. pensa em fazer um calçadão na Dr. Siqueira? Para o comércio seria ótimo.
R: Rosinha administro para o povo, para os comerciantes, para os empresários, para todos. Pretendo reunir-me com os representantes dos empresários (comerciantes) da cidade e se fazer um calçadão na rua dr siqueira for bom para magé construiremos o calçadão.

8) Porque o município esta acabando com a unidade de internação própria como o same. E a maternidade de piabetá não supre todo o município (as crianças estão nascendo em caxias). Se o convênio vem direto do sus porque isto esta acontecendo?
R: Rosinha, desculpa mas você está mal informada. Não é o município que está acabando com o same. O same que está encerrando suas atividades porque a politica nacional, estadual e municipal de saúde preconiza a desinstitucionalização do paciente com problemas de saúde mental. Isso significa que tais pacientes devem ser tratados nos caps, retornando para casa no final do dia ou nas residências terapêuticas quando não tiverem família. Já estamos iniciando a implantação de pelo menos 03 a 04 residências terapêuticas em magé, para absorverem os pacientes que estavam internados no same. O próprio ministério público tem pressionado o município a implantação de tais residências terapêuticas. No último dia 03 de junho a secretaria de saúde stela mary e o procurador geral dr vanderson estiveram em reunião no rio de janeiro com o mp-rj com representantes da secretaria estadual de saúde para definir a implantação das residências terapêuticas em magé. É uma imposição do sistema único de saúde. Além disso, com a mudança do modelo de gestão do sus para a gestão plena o município teve que abrir processo de chamamento publico para contratar serviços de prestadores de saúde e o same foi inabilitado por não ter apresentado os documentos que a lei exige para sua habilitação. Por imposição legal o same não pode ser recontratado pelo município.

9) Porque o hospital de Magé não tem CTI já que a população de Magé passa de 280 mil?
R: Sabemos da importância de leitos de cti na região. O problema da implantação do cti não é só o custo dos equipamentos, mas principalmente o custo de manutenção de uma unidade de cti. Como disse, estamos investindo pesado nos profissionais de saúde da assistência básica, na medicina preventiva, para que o paciente não precise chegar ao cti. Mas posso garantir a você uma coisa, estamos nos preparando para em um segundo momento implantarmos uma unidade de cti em magé. Infelizmente não dá para resolver todos os problemas da saúde de magé de uma só vez. Mas chegaremos lá e realizaremos mais esse sonho de nosso povo.

10) O que o sr acha do movimento que está reivindicando a redução da tarifa do pedágio para os moradores de magé?
R: Eeu acho justo. Acho que todos os pedágios tem tarifa alta e o governo federal deveria implantar uma politica de redução destas tarifas. Apoio o movimento. 

11) Tem mais alguma coisa que o sr gostaria de falar para nossa população?
R: Quero parabenizar ao nosso município de magé por mais esse aniversário. Dizer ao nosso povo que enquanto estiver no exercício do cargo de prefeito eu e meu grupo político faremos tudo para oferecer uma melhor qualidade de vida ao povo mageense, na área de educação, na área de saúde, transporte, cultura, serviço público, trabalho e renda, obras, saneamento básico, iluminação, etc. Só na área de educação nosso grupo político já inaugurou 30 escolas modelo. Isso é inédito no estado do rio de janeiro. Quero saber qual município do brasil em 06 anos tenha inaugurado tantas escolas modelo? Nossa merenda escolar é de excelente qualidade. Quero dizer que a cada dia trabalharemos mais para manter o que já foi realizado e para fazer novas realizações.

12) A questão do transporte... Faltam ônibus no município, motoristas com capacidade de atender as necessidades dos idosos e dos estudantes. A quem recorrer?
R: As reclamações devem ser formalizadas por escrito junto a secretaria municipal de transportes. Ou então por escrito no protocolo geral da prefeitura. Formalizadas as reclamações tomaremos as medicas administrativas cabíveis junto a empresa concessionária do serviço visando melhoria do atendimento a população mageense.

13) Muitas ruas em santo aleixo em especial o poço escuro que no momento faz jus ao nome, não tem iluminação e é cobrada todo mês uma taxa na conta de luz e cobrada também no iptu. Qual a solução?
R: Rosinha a contribuição de iluminação publica só é cobrada na conta de luz. No iptu não é cobrada. Aproveito para dizer que em dezembro de 2010 a câmara municipal aprovou uma lei reduzindo o valor da contribuição de iluminação publica, que a ampla só aplicou a partir do final de março de 2011, por entender que deveria aplicar-se a noventena. Chegamos ajuizar um processo judicial contra a ampla com pedido liminar para aplicação da lei mas o prazo da noventena terminou no final de março e o poder judiciário não deferiu a liminar.  Quanto as lâmpadas queimadas essas reclamações devem chegar ao nosso conhecimento. O município é enorme. Estas reclamações nos ajudam. Já estou determinando ao setor responsável que resolva o problema do poço escuro. 

14) O PSF do Poço Escuro não tem vacinas da gripe para idosos, mas tal vacina está sobrando no britador. O sr tem conhecimento disso?
R: Não tenho conhecimento. Mas a determinação minha e da secretária de saúde é que na hipótese apresentada haja uma comunicação entre os coordenadores de unidades para que uma unidade supra a falta da outra. Vamos averiguar tal situação e tomar as providencias junto aos responsáveis para que isto não ocorra.

15) Prefeito para fazer tudo que você imagina, é necessário mais um mandato de 4 anos, tendo em vista que você ainda é um garotão jovem na política?
R: Rosinha pra fazer tudo o que eu imagino, tudo que nossa cidade de Magé merece tudo que nosso povo mageense merece precisamos de mais tempo. Nosso grupo político de 2005 para cá realizou muita coisa. Continua realizando e com mais 04 anos realizaremos muito mais, porque somos de falar pouco e de agir e realizar. Não há como contestar isso. Não há como contestar que nosso grupo é um grupo de trabalho e magé precisa de pessoas assim, que são de magé, moram em magé, e não de aventureiros que só querem ganhar dinheiro em magé e investir em outros lugares. As eleições virão e esses aventureiros baterão as nossas portas, as portas do povo mageense, prometendo o que não podem cumprir, e depois vão embora. Nosso grupo fez grandes realizações em magé, trouxe a faculdade publica, escolas modelo, psfs, reconstruiu hospital magé, hospital piabetá, saneamento básico e iluminação pública como nunca se viu, implantamos centro de referencia odontologica em magé e piabetá, implantamos programas de geração de renda e trabalho, estamos valorizando os profissionais. Precisamos de mais tempo para outros projetos que trarão desenvolvimento para nossa cidade. Nossa prioridade é desenvolver magé, qualificando nossa mão de obra local, trazendo industrias, e empregos, empregar nosso povo para que nossos filhos e netos não precisem acordar 3:00 h da manha para trabalhar no rio de janeiro ou em outras cidades. Este é o meu sonho. É o sonho de nosso grupo político. Primeiro tivemos que priorizar muitas coisas, agora a prioridade é essa.

16) No seu estilo de governo o que há de diferente do da ex prefeita?
R: Todo governo é diferente um do outro. As pessoas são diferentes. Não existe uma pessoa igual a outra. As pessoas são únicas. Minha irmã nubia tem a maneira dela de ver as coisas. Eu tenho a minha maneira de ver as coisas. As vezes não concordamos em algumas coisas. Mas uma coisa posso dizer a você, admiro minha irmã nubia pela capacidade de trabalho que ela tem. Procuro me espelhar ela nessa capacidade de trabalho. Admiro ela pelo amor que ela tem a nossa terra e ao nosso povo. Também tenho o mesmo amor a magé e a nosso povo. Quanto as realizações posso dizer que meu governo se espelhará no governo da nubia e farei tudo para realizar tanto quanto ela ou mais. Essa é a nossa marca. Quero te agradecer pela oportunidade de fazer os esclarecimentos, colocar-me a disposição de todos e parabenizar ao nosso municipio de magé pelo seu aniversários, as nossas autoridades civis e militares, eclesiásticas, a imprensa local, aos secretários municipais e colaboradores do governo, empresários, ao poder legislativo, ao poder judiciário e ao povo mageense e finalmente agradecer a deus por me agraciar com a oportunidade de ser o prefeito em exercício de magé para poder fazer pela terra que tanto amo alguma coisa de bom para dar dignidade aos meus irmãos mageenses. 


PEDIMOS DESCULPAS AOS NOSSOS LEITORES...
MAS, POR FALTA DE ESPAÇO....
CONTINUAREMOS NA PRÓXIMA EDIÇÃO.