JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Sandra da Silva

Mais uma conquista!

Publicado na edição 158 de Junho de 2016

O SISMA, esse mês, obteve mais uma vitória: a reintegração da Servidora e Odontóloga Dilza Helena Silva e Vaz Através de um Mandado de Segurança coletivo impetrado pelo Sindicato, nesse mês de maio conseguimos corrigir uma injustiça feita à Servidora no ano de 2006, quando a então chefe do executivo, demitiu a servidora sem direito ao contraditório e ampla defesa.

Finalmente, após dez anos e através da decisão judicial o Sisma conseguiu reverter a situação da servidora e já requereu a reintegração de mais dois servidores que terão suas portarias assinadas dentro de alguns dias.

É importante que essa noticia seja amplamente divulgada pois, essa decisão judicial abrange todos os servidores que ingressaram no Município entre os anos de 1984 a 1988 e foram demitidos sem o processo administrativo e sem direito ao contraditório e a ampla defesa.

Ressaltamos ainda que os processos administrativos requerendo a reintegração com base nessa decisão judicial foram prioridade para o atual Chefe do Executivo Municipal e também para a atual Secretária de Administração a fim de reparar um dano injustificável.

A servidora e Odontdoga Dilza Helena, contou um pouco de tudo que passou após essa demissão injusta. a servidora, quando foi demitida após vinte anos de trabalho, se viu totalmente perdida e sem chão, afinal, havia uma vida inteira dedicada à saúde Pública do Município de Magé, além obviamente da decepção de ter sido desligada dos qladros de uma forma totalmente ilegal e arbitraria.

A servidora recorda ainda que no inicio de sua carreira como odontóloga no Município levava o seu próprio instrumental para melhoria da prestação de seus serviços e ao final de vinte anos de trabalho, após ser demitida, para não ficar sem trabalho se submeteu a retornar como contratada, apesar de ser de efetiva.

Se algum servidor publico foi demitido nas mesmas condições em que a Servidora Dilza, entre em contato com o Sindicato para que possamos requerer a reintegração aos quadros do Município de Magé.

Vale ressaltar que dezenas de processos de licença prémio e aposentadorias foram deferidos pelo então Prefeito Rafael Tubarão. Uma reivindicação do SISMA que está sendo atendida, de direitos que não eram respeitados e onde o servidor esperava por anos para ter os pedidos deferidos.

Sandra da Silva
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui